Ecologia

1) (Enem 2011) O controle biológico, técnica empregada no combate a espécies que causam danos e prejuízos aos seres humanos, é utilizado no combate à lagarta que se alimenta de folhas de algodoeiro. Algumas espécies de borboleta depositam seus ovos nessa cultura. A microvespa Trichogramma sp. introduz seus ovos nos ovos de outros insetos, incluindo os das borboletas em questão. Os embriões da vespa se alimentam do conteúdo desses ovos e impedem que as larvas de borboleta se desenvolvam. Assim, é possível reduzira a densidade populacional das borboletas até níveis que não prejudiquem a cultura. A técnica de controle biológico realiado pela microvespa Trichogramma sp. consiste na:

a)  de um parasita no ambientedo, embora nao gere substâncias tóxidcas, a intensa aibidade microbiana no local pode levar à formçao das chamadas zonas mortas, nas quais a maior parte dos seres vivos não sobrebie. da espécie que se deseja combater.

b) introdução de um gene letal nas boboletas, a fim de diminuir o número de indivíduos.

c) competição entre a borboleta e a microvespa para a obtenção de recursos.

d) modificação do ambiente para selecionar individuos mais bem adaptados.

e) aplicação de inseticidas a fim de diminuir o número de individuos que se deseja combater.

 

2) (UFRJ 2011) Em abril de 2010, o incêndio e posterior naufrágio da plataforma petrolífera Deepwater Horizon causou o derramamento de milhões de litros de petróleo no golfo do México. Estudos sobre a degradação do petróleo no local mostraram que o uso de dispersantes quimicos (capazes de fazer com que o petróleo forme minúsculas gotículas aumentou muito a população de bactérias aeróbicas que se alimentam do petróleo. Esse processo pode fazer com que o petróleo seja eliminado mais rapidamente do que se espera Por outro lado, embora não gere substâncias tóxicas, a intensa atividade microbiana no local pode levar à formação das chamadas zonas mortas, nas quais a maior parte dos seres vivos não sobrevive.

a) Explique como os dispersantes aumentam a eficiência  bacteriana na degradação do petróleo.

b) Explique de que modo a grande proliferaçao bacteriana pode levar à formaçao de zonas mortas.

 

3) (Enem 2011) Os personagens da figura estão representando uma situação hipotética de cadeia alimentar.

 

       Suponha que, em cena anerior à apresentada, o homem tenha se alimentado de frutas e grãos que conseguiu coletar. Na hipótese de, nas próximas cenas, o tigre ser bem-sucedido e, posteriormente, servir de alimento aos abutres, tigre e abutres ocuparão, respectivamente, os níves tróficos de:

a) produtor e consumidor primário.

b) consumidor primário e consumidor secundário.

c) consumidor secundário e consumidor terciário.

d) consumidor terciário e produtor.

e) consumidor secundário e consumidor primário.

 

4) (Enem 2008, adaptada) Usada para dar estabilidade aos navios, a água de lastro acarreta grave problema ambiental: ela introduz indevidamente no país, espécies indesejáveis do ponto de vista ecológico e sanitário, a exemplo do mexilhão dourado, molusco originário da China. Trazido para o Brasil pelos navios mercantes, o mexilhão dourado foi encontrado na Bacia Paraná-Paraguai em 1991. A disseminação desse molusco e a ausência de predadores causaram vários problemas, como o que ocorreu na hidrelétrica de Itaipu, onde o mexilhão alterou a rotina de manutenção das turbinas, acarretando prejuízos de USS 1 milhão por dia, devido à paralisaçao do sistema. Uma das estratégias para diminuir o problema é acrescentar gás cloro à água, o que reduz em cerca de 50% a taxa de reprodução da espécie. GTÁGUAS, MPF, 4a. CCR, ano 1, nº 2, maio/2007 (com adaptações).

 

De acordo om as informações acima, o despejo da água de lastro:

a) é ambientalmente benéfico por introduzir uma espéicie que vai competir com as espécies nativas da região, reduzindo a fauna marinha nas regiões portuárias.

b) trouxe da China um molusco que passou a compor a flora aquática nativa do lago da hidrelétrica de Itaipu sem competir com as espécies nativas.

c) causou na usina de itaipu, por meio do microrganismo invasor, uma redução do suprimento de água para as turbinas.

d) introduziu uma espécie exógena na Bacia Paraná-Paraguai, que se diseminou até ser controlada por seus predadores naturais.

e) motivou a utilização de um agente químico na água como uma as estratégias para diminuir a reprodução do mexilhão dourado, já que esse molusco não tem predadores nem parasitas nativos para controlar sua população.

 

 

1) a

2)

3) c

4) e

 

                        Sucessão Ecológica

 

ATIVIDADES
 
1. (Ufscar 2002) A substituição ordenada e gradual de uma comunidade por outra, até que se chegue a uma comunidade estável, é chamada sucessão ecológica. Nesse processo, pode-se dizer que o que ocorre é:
 
a) a constância de biomassa e de espécies. 
b) a redução de biomassa e maior diversificação de espécies. 
c) a redução de biomassa e menor diversificação de espécies. 
d) o aumento de biomassa e menor diversificação de espécies. 
e) o aumento de biomassa e maior diversificação de espécies. 
 
2. (UFRGS 2007) Considere as seguintes afirmações sobre sucessão ecológica.
 
I - Quando uma comunidade atinge o estágio clímax, a teia alimentar torna-se mais complexa.
 
II - A composição das espécies tende a permanecer constante ao longo da sucessão.
 
III - Os diferentes organismos dos estágios serais ocasionam modificações nas condições ambientais locais.
 
Quais estão corretas?
 
a) Apenas I.
b) Apenas II.
c) Apenas I e III.
d) Apenas II e III.
e) I, II e III.3. (Unifesp 2008) Analise a figura
 
A figura mostra o processo de ocupação do solo em uma área dos pampas gaúchos. Considerando a sucessão ecológica, é correto afirmar que:
 
 
a) na fase 2 temos a sucessão secundária uma vez que, na 1, teve início a sucessão primária. 
 
b) ocorre maior competição na fase 3 que na 4, uma vez que capins e liquens habitam a mesma área. 
 
c) após as fases representadas, ocorrerá um estágio seguinte, com arbustos de pequeno porte e, depois, o clímax, com árvores. 
 
d) depois do estabelecimento da fase 4 surgirão os primeiros animais, dando início à sucessão zoológica. 
 
e) a comunidade atinge o clímax na fase 4, situação em que a diversidade de organismos e a biomassa tendem a se manter constantes. 
 

Tópico: Ecologia

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!