O Sistema Nervoso

        Movimentos in­conscientes, como o de levantar os braços, ou piscar os olhos dependem do sistema nervoso. Os mecanismo desse sistema estão por todas as regiões do nosso organismo, transmitindo e trazendo inúmeras informações e estimulando as ações musculares e dos demais órgãos. O sistema nervoso é formado por uma complexa rede transmissora que possibilita a relação do organismo com o ambiente ao seu redor, seja ele  interno (dentro do corpo) ou externo (fora do corpo).

       Composição do sistema nervoso: 

  • Estruturas Sensoriais: captam estímulos externos e internos;
  • Estruturas  Integradoras: processam e guardam as sensações nervosas;
  • Estruturas Motoras: produzem movimentos musculares e secreções glandulares.

 

Divisões do Sistema Nervoso Humano

Divisão Partes Funções Gerais
Sistema
Nervoso
Central (SNC)
Encéfalo
 
Processamento e Integração de
Informações
Medula
Espinal
Sistema
Nervoso
Periférico (SNP)
Nervos Condução de informações entre órgãos receptores de estímulos, o SNC e ógãos
efetuadores (músculos, glândulas etc.).
Gânglios

 

TECIDO NERVOSO

        

            Tem a capacidade de conduzir os impulsos (s.humanos têm o mais complexo) Compostos por:            

  • NEURÔNIOS, celulas altamente especializadas que propagam o impulso elétrico.

  • CÉLULAS DA GLIA, não tão especializadas, que “vivem” em função do neurônio.

Estrutura de um Neurônio

(1)

 

- o AXÔNIO é geralmente a maior ramificação, e é por onde SEMPRE saem os impulsos nervosos.

 

- os DENDRITOS são as terminações onde geralmente chegam os impulsos nervosos.

 

- a BAINHA DE MIELINA, composta pelas CÉLULAS DE SCHWANN, protege eventuais “curtos-circuitos” e faz com que os impulsos propaguem-se mais rapidamente (eles pulam de NÓDULO DE RANVIER em nódulo de ranvier).

 

        O axônio tem em sua terminação VESÍCULAS que contém NEUROTRANSMISSORES, que se liberados transmitem informações adiante.

 

 

Transmissão sináptica 
 
A: Neurônio (Pré-sináptica)         B: Neurônio (Pós-sinápitica)
 
1. mitocondrias
 
2. Vesículas sinápticas Cheias de neurotransmissores
 
3. autoreceptor
 
4;. Fenda sináptica
 
5. Receptor de neurotransmissor
 
6. Canais de Cálcio
 
7. Vesícula Fundida liberando o neurotransmissor
 
8. Neurotransmissor bomba de recaptação
 

     A passagem de impulsos elétricos é causada devido ao efeito de Potencial de Membrana ou Polarização.

Neurônios têm em suas membranas plasmáticas (bi-camada lipídica) proteínas incrustadas, canais para íons como Na+ e K+, que geralmente ficam fechadas. Com a Bomba de Sódio-Potássio funcionando, transportando 3NA+ para fora do neurônio e 2K+ para dentro (alto gasto de ATP), o interior do neurônio fica negativamente carregado (- 70mV de potencial interno).

A propagação do impulso elétrico nada mais é que uma inversão brusca das cargas através da membrana plasmática do neurônio. Quando um neurotransmissor atinge um neurônio, há um processo metabólico que desestabiliza canais de íons (geralmente abertura dos canais de Na+). Enquanto determinados canais de íons se fecham e outros abrem, o impulso elétricofeito por íons e não por elétrons, é propagado até atingir as vesículas contendo neurotransmissores, que se fundem à membrana do axônio e continuam o processo.

 

·   LIMIAR DE EXCITAÇÃO é o estímulo mínimo que um neurônio deve receber para que seja desencadeada a reação e a propagação do impulso.

 

·  O impulso é propagado ainda mais rápido, já que “salta” através dos Nódulos de Ranvier (lembrar que a Bainha de Mielina não se polariza).

 

·    Na SINAPSE o neurotransmissor se encaixa em seu respectivo receptor no neurônio seguinte, na Fenda Sináptica (extra-celular). Processo químico. Para não haver muita perda de material neurônios se adaptaram e, quando repolarizados, capturam os neurotransmissores não utilizados. Células da Glia “limpam” a fenda sináptica após certo tempo.

 

(3) Sinapse dos Neurônios

 

·   Os vertebrados têm seu sistema nervoso ANATÔMICAMENTE dividido em dois. O SISTEMA NERVOSO CENTRAL (SNC) -> composto por cérebro e medula espinhal. PERIFÉRICO -> composto por nervos e gânglios nervosos. No SNC ficam a maioria dos corpos celulares e os NERVOS são compostos por axônios e/ou dendritos.

 

· Nervos Sensoriais são compostos basicamente por dendritos que carregam informações para o SNC. O SNC então impulsiona músculos por meio de Nervos Motores, basicamente axônios. Nervos Mistos possuem axônios e dendritos.

 

· GANGLIOS NERVOSOS -> acúmulo de corpos celulares.

 

· O SNC é protegido por três membranas denominadas MENINGES. Mais externa – DURA MATER, é grudada ao osso da caixa craniana e é resistente. A mais interna – PIA MATER – isola o SNC de todo o resto. Entre elas a ARACNÓIDE (lembra uma teia de aranha) amortece os impactos. Líquido Céfalo Raquidiano (ou líquor), produzido no cérebro (no vestibular) banha o SNC e a aracnóide. MENINGITE -> infecção em uma das meninges. Como o líquor não possui células do sistema imunológico demoramos a perceber a infecção.

 

· A divisão FISIOLÓGICA do nosso sistema nervoso é feita entre Sistema Nervoso VOLUNTÁRIO (ou SOMÁTICO) e SN INVOLUNTÁRIO (ou AUTÔNOMO). O SN Voluntário está relaxionado aos nervos sensoriais e motores e às ações voluntárias.

 

· O SN Autônomo regula estruturas com musculatura involuntárias. O SN Autônomo SIMPÁTICO atua contraindo tais musculaturas e tem como neurotransmissor a ADRENALINA.

O SN Autônomo PARASSIMPÁTICO atua relaxando a musculatura e tem como neurotransmissor a ACETILCOLINA.

 

· A adrenalina também é um hormônio produzido na glândula Supra-Renal que, se lançado no líquido intersticial, desencadeia reações em todo nosso organismo relacionado evolutivamente a perigo ou caça. Já a adrenalina como neurotransmissor promove as alterações específicas através do SNA Simpático. Ela pode, de forma independente, promover:

 

       o Dilatação da pupila

       o Dilatação dos bronquíolos

       o Inibir glândulas salivares

       o Aumentar os batimentos cardíacos

       o Inibir/ diminuir o peristaltismo

       o Quebrar no fígado Glicogênio em Glicose

       o Relaxar a bexiga

       o Ejaculação

 

        Da mesma forma, o SNA Parassimpático pode, através da acetilcolina, promover as reações inversas.

 

· O SNAParassimpático é diretamente ligado à musculatura lisa. Já o SNASimpático é intermediado pelo SNAParassimpático.

 

 

Fonte: 

https://resumosdudinha.wikispaces.com/file/detail/Sistema%20Nervoso%20e%20Locomotor.doc

 

Fontes de Imagens:

1https://www.coladaweb.com/biologia/histologia/neuronios

2) Text is available under the Creative Commons Attribution/Share-Alike License - https://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0/

3 https://www.coladaweb.com/biologia/histologia/neuronios

Publicado em 02/05/2013

I created this video with the YouTube Video Editor (https://www.youtube.com/editor)

 

Publicado em 28/02/2014

 

  • Categoria

  • Licença

    • Licença padrão do YouTube

 

Publicado em 17/04/2012

Veja Mais Em: https://www.autohipnosesubliminar.com

Filme documentário A resposta para absolutamente tudo,que aborda fisica quântica,lei da atração,poder dos pensamento positivo.

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!