Transgênicos - Organismos Geneticamente Modificados

(OGM)

            Uma das principais polêmicas se dá em torno dos transgênicos ou organismos geneticamente modificados (OGM). São organismos de qualquer espécie que têm no genótipo, um gene exógeno, ou seja, de outra espécie, introduzido artificialmente. Com as ferramentas da engenharia genética, os cientistas manipulam os genes de um organismo e podem, com isso, modificar suas características.

            As possibilidades são imensas: os biólogos moleculares sabem atualmente como construir uma bactéria que leva um gene humano, uma planta que carrega gene de um fungo ou uma rosa com genes de petúnia. Não é brincadeira de cientista maluco, não. Milhões de dólares são investidos nessas pesquisas para criar organismos que produzam medicamentos, tornem um alimento mais nutritivo ou acelerem o crescimento de uma plantação.

            Entre os OGMs mais surpreendentes da engenharia genética estão as bactérias que produzem proteínas essenciais para o corpo humano, como a insulina. Pessoas diabéticas têm problemas na produção desse hormônio, responsável por fazer as células assimilar e utilizar a glicose existente no sangue em seu metabolismo. Daí a importância de os cientistas terem descoberto como construir uma fábrica viva de insulina.

 

            A polêmica sobre os transgênicos passa, primeiramente, pelos alimentos. Os críticos temem que não se conheçam as possíveis consequências de longo prazo da ingestão de OGMs pelo homem. Eles temem, também, que plantas geneticamente modificadas para resistir a uma praga transmitam essa informação genética a outras ao redor da plantação, ameaçando a biodiversidade.

 

 

Fonte:

- Guia do Estudante - Biologia - VESTIBULAR + ENEM - 2014

 

Fonte da Imagem:

https://questoesbiologicas.blogspot.com.br/2013/12/biologia-uefs_8.html

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!