Você sabia que... 

Células que vivem, células que morrem

           A pele humana é formada por duas camadas: uma mais externa, de tecido epitelial,a epiderme, e outra de tecido conjuntivo, que fica abaixo da epiderme, a derme. Entre as células da pele existem muitos nervos e vasos sanguíneos, estruturas dentro das quais flui o sangue. Há também a raiz dos pelos e os músculos que deixam esses pelos arrepiados quando estamos com frio.

           As células da base da epiderme estão constantemente se dividindo e originando novas células. À medida que uma célula da epiderme envelhece, ela vai migrando para a parte mais externa. Durante esse período, a célula produz grande quantidade de queratina, uma substância que também existe nos pelos, nas unhas e nos cabelos. Ao chegar à superfície, as células da epiderme morrem e formam um revestimento com muita queratina que, após algum tempo, se desprende e é substituído por outras células que vêm das camadas internas. E isso não para de acontecer. Boa parte da poeira que existe no chão da sua casa é formada por células epidérmicas mortas.

         Desde de sua origem até sua morte, uma célula da epiderme vive entre 1 e 34 dias, período que varia conforme a região do corpo. 

        Assim como as células da epiderme, muitas células do nosso corpo vivem apenas por um certo período e depois são substituídas. Outras, ao contrário, permanecem por toda a vida.

 

Pele - Esquema

 

Fonte:

- Ciências Naturais - Aprendendo com o cotidiano

  8º ano

  Eduardo Leite do Canto

  Editora Moderna

 

Fonte da Imagem:

https://maisquepeleblog.com/page/15/?themes_on_signup_preview=1

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!